QUEM SOMOS?

Clínica de cirurgias gerais e oncológicas com médicos especializados em cirurgias de baixa, média e alta complexidade.
Realiza tratamento de hérnias, doenças do aparelho digestivo e procedimentos oncológicos.

INFORMAÇÕES DE CONTATO
  • Endereço: Av. Dr. Maurício Cardoso, 931 – Sala 11,
    Centro Arcobaleno, Hamburgo Velho - Novo Hamburgo - RS
  • Telefones: 51 3239.0870 / 3239.0871
  • WhatsApp: 99310.6562
51 3239.0870 / 3239.0871 / 99310.6562

Hérnia inguinal, você sabe o que é?

Hérnia inguinal, você sabe o que é?

Dor e desconforto na região abdominal? Atenção: você pode estar com hérnia. Este é o alerta do cirurgião geral, especialista em aparelho digestivo, integrante da equipe do Centro Integrado de Cirurgia Geral e Oncológica do Vale do Sinos - CICON VS, Marcelo Souto. De acordo com Souto, a hérnia é uma protusão ou deslocamento do conteúdo abdominal por um orifício natural ou acidental. O termo "inguinal" indica que esse conteúdo passa pela parede abdominal na região da virilha. “A hérnia pode ser bilateral, quando ocorre dos dois lados, ou unilateral quando ocorre apenas de um lado”, explica o cirurgião. 

O especialista comenta também que embora a patologia seja desconhecida por muitas pessoas, acomete cerca de 3% a 8% da população brasileira. Conforme o Portal Brasil, plataforma do Governo Federal, na maioria dos casos a hérnia não apresenta sintomas. Nos outros casos se manifesta por dor, abaulamento, náuseas e vômitos. O portal informa ainda que em alguns casos a hérnia pode ficar encarcerada, isto é, um segmento de intestino não retorna à posição normal, ocasionando um bloqueio da circulação sanguínea, e assim provocar o estrangulamento da hérnia, condição de muita gravidade.

Causas da doença

As causas da doença estão relacionadas ao enfraquecimento do tecido de sustentação dos órgãos internos do abdômen, que pode ocorrer em consequência de um problema congênito (qualidade do colágeno) ou pode estar associado a esforços físicos em demasia (exercícios físicos, gestação ou obesidade). 

Cirurgia

Souto explica que a técnica de videolaparoscopia possibilita o mesmo grau de sucesso que a técnica aberta, com menos dor e recuperação mais rápida, ressaltando que o paciente já retorna para casa no mesmo dia da realização do procedimento, sem a necessidade de permanecer internado. Outras informações pelo telefone 3239.0870.